Saltar para o conteúdo

Eleições da UFMA ocorrerão em junho; saiba quem são os possíveis candidatos

Para além das discussões sobre a indicação da administração universitária pelo governo Bolsonaro, a corrida eleitoral na UFMA continua avançando. O ti-ti-ti entre os corredores, as indiretas nos eventos, a tensão pré-eleição acontecem quase como um clichê, repetindo processos anteriores. Entretanto, há algumas diferenças peculiares no processo eleitoral presente. Uma delas é que os ares indicam que a atual gestora da instituição, professora doutora Nair Portela, primeira mulher a assumir o cargo, não deverá pleiteá-lo novamente. Partindo de uma cisão com diversos pró-reitores e, inclusive, o vice-reitor, professor doutor Fernando Carvalho, boas e más línguas comentam que a gestão realmente fracassou.

Outra novidade é o "levante do sul", protagonizado por um fortíssimo pré-candidato, do curso de Jornalismo em Imperatriz. O professor doutor Marcos Fábio tem sido conclamado por diversos “campi” do continente como um grito de socorro: "nós existimos, tá?". E não é para tanto. O próprio “campus” de Balsas, com obras iniciadas em 2014 e previsão de conclusão em 2016, não foi sequer entregue. O pré-candidato a vice-reitor é doutor em Linguística, pós-doutor em Comunicação e ex-diretor do “campus” de Imperatriz.

Em São Luís, como de praxe, o Centro de Ciências Exatas sempre lança seu(s) candidato(s). A novidade é que, provavelmente, o ex-vice-reitor professor doutor Antônio Oliveira terá outros planos para 2019, deixando a vaga para o forte concorrente professor doutor Wener Miranda Teixeira dos Santos, do Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BICT) da universidade. O pré-candidato é conhecido no meio acadêmico por ser um quadro técnico e gerente de projetos. Sua proposta baseia-se na construção de uma universidade sustentável, ideia nova e bem aceita até então.

O curso de Engenharia Elétrica da UFMA poderá lançar, também, o atual pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação da UFMA, professor Allan Kardec. Com vasta experiência em gestão, o pré-candidato tem tido uma ótima atuação frente à Pró-Reitoria, sendo a aposta para a vice-reitoria, por diversos setores da universidade. O docente já foi secretário de Educação, diretor da ANP e, atualmente, é pró-reitor da PPPGI UFMA. Sua formação abrange doutorados internacionais em sua área.

A Apruma parece esquecida no tempo. Para além de sua atuação revolucionária, anteriormente seus grandes movimentos universitários conclamavam um candidato da associação sindical com antecedência, no entanto, há dois meses da eleição, não se ouve sequer um barulho socialista.

Para o cargo de reitor, poucos nomes ventilaram discursos. Talvez por causa dos rumores da pré-candidatura do professor doutor Natalino Salgado Filho, do Departamento de Medicina da UFMA. Indelével por natureza, o ex-reitor acompanhou um movimento que percorreu oito “campi” da instituição. O famoso “Pacto pela UFMA”. A proposta era basicamente extrair informações sobre as principais problemáticas dos “campi” com intuito de obter um programa a ser apresentado aos candidatos a reitor e vice-reitor da universidade.

(Fonte: Portal Folha Ludovicense)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *