Saltar para o conteúdo

LITERATURA MARANHENSE: “A literatura infantil para maiores de dezoito anos” – prefácio de Edmilson Sanches

Sempre que possível, o BLOG DO PAUTAR abrirá espaço para a literatura maranhense. Há algumas semanas, iniciamos esse trabalho... Divulgar textos de escritores maranhenses. Nosso objetivo é mostrar a criatividade desses escritores e, ao mesmo tempo, despertar em você curiosidade para conhecê-los. Hoje, novo encontro com o escritor Edmilson Sanches.

QUANDO A LITERATURA INFANTIL NÃO É COISA DE CRIANÇA

(Prefácio ao livro "A literatura infantil para maiores de dezoito anos: sob a ótica da análise do discurso foucaultiana", da professora maranhense Tereza Bom-Fim, da Universidade Federal do Maranhão, mestra e doutora em Educação e pós-doutora em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).

***

Na tarde de 24 de novembro, no ano passado, recebi em primeira mão, da própria autora, exemplares ainda quentinhos ("saídos do forno") do mais recente livro da professora maranhense Tereza Bom-Fim, mestra e doutora em Educação e pós-doutora em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Trata-se da obra "A literatura infantil para maiores de dezoito anos: sob a ótica da análise do discurso foucaultiana".

Pelas razões que só ela sabe e sente, fui escolhido por Tereza Bom-Fim para fazer leituras, revisão e prefácio de todos os seus livros – algo que, para mim, mais que honra, trouxe-me responsabilidade tão grande e polissilábica quanto à própria palavra.

O livro foi lançado dia 28/11/2018, no evento "Dois dedos de prosa com o autor: Drª. Maria Tereza Bom-Fim Pereira", que integra o 7º Seminário de Práticas Educativas do Curso de Pedagogia, realizado pelo Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia (CCSST) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em Imperatriz.

*

Tereza Bom-Fim construiu uma sólida carreira acadêmica na área de Educação, desde a sua graduação em Letras na Universidade Estadual do Maranhão (Uema), mestrado em Educação (Universidade Federal de São Carlos/SP) e doutorado em Educação Brasileira (Universidade Federal do Ceará).

Nesse percurso, Tereza Bom-Fim foi ampliando possíveis espaços de influência de seus saberes e ideias, por meio de outros livros, como: "Asas da imaginação – leituras sobre a criança que lê" ( 2013); "Professor-leitor: de um olhar ingênuo a um olhar plural" (2007); "O livro-de-imagem: um (pre)texto para contar histórias" (2001), que, logo de chegada, recebeu a classificação "Altamente Recomendável" da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

A professora e escritora, membro da Academia Imperatrizense de Letras, também publicou "Caderno de atividades – orientações para o trabalho educativo com livros-de-imagem" (2009).

Sempre pronta para desafios, Tereza Bom-Fim, em universidades do Maranhão e de São Paulo, participou de grupos de estudos e pesquisa e supervisão de programa, de assuntos e ações que vão da Análise do Discurso à Iniciação à Docência, além de Linguagem, Discurso e Mídia e Pedagogia.

O prefácio do livro que saiu hoje da Editora Ethos e Encadernadora Estampa, ambas de Imperatriz, é o seguinte:

***

PREFÁCIO

“Tenho-me impressionado sempre de ver
quão pouco os adultos compreendem as crianças [...]”. (DOSTOIEVSKI, 1821-1881)

*

Não se julga um livro pela capa, sabe-se. E pelo título, julga-se?

Este livro trata da difícil tarefa de julgar – pois que é julgar o comparar, o escolher – e da mais difícil ainda tarefa de compreender crianças para fazer escolhas para elas e em nome delas.

Ainda bem, o(s) julgamento(s) em que se baseia esta obra tem/têm a ver com conteúdos, inclusive os que estão em uma (ou são a) capa – título, imagens, “design”, textura... São livros para crianças; podem ser grossos ou finos, “normais” ou multidimensionais (3D, por exemplo), lineares ou (des)dobráveis.

Voltando ao começo... Os tempos atuais de intolerâncias, preconceitos e conceitos prévios, estes tempos “modernos” de leituras e literaturas rápidas, voláteis, recomendam que se esclareça logo que o título deste mais recente trabalho de Tereza Bom-Fim – “A literatura infantil para maiores de dezoito anos” – não sugere, não remete, nada tem a ver com qualquer aspecto da lascívia, lubricidade, impudicícia. Infâmia e infância, aqui, nem em pensamento se tocam ou se cruzam.

Por isso, a pergunta inicial: Julga-se um livro pelo título?

Bom, eu, pelo menos, julgo. Neste caso, como leitor privilegiado dos originais e prefaciador convidado das obras da autora, do seu mestrado ao pós-doutorado, julgo um “achado” o título deste livro. Não é fácil dar nome às coisas, dar título a obras. E Tereza Bom-Fim, mulher, educadora e autora sensível, criativa e produtiva, soube construir inteligentemente – e adequadamente – o nome do seu mais novo esforço acadêmico e editorial. O título atrai a atenção do leitor, carrega – involuntariamente – um tiquinho de ambiguidade e instigação e, sobretudo, o título tem tudo a ver com o conteúdo da obra.

Os referidos “maiores de dezoito anos” são 23 mulheres e homens, voluntários, professores, escritores, pesquisadores, estudiosos, todos especialistas em literatura infantil e juvenil, para os quais editoras de obras desse gênero, delas mantenedoras da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), enviam, anualmente, quase um milhar de livros dessa faixa etária para seleção, análise e, posteriormente, premiação em, pelo menos, 18 categorias (número que pode ser duplicado, já que, após vencer três vezes, um ganhador ainda pode ser selecionado para premiação “hors-concours”, o que, vale dizer, estimula o surgimento e o reconhecimento de novos talentos nas diversas categorias).

O foco de Tereza Bom-Fim nesta obra, ela mesma conta, “é compreender de que forma a leitura e a criança são concebidas pelo grupo de votantes” (aquelas duas dúzias quase de especialistas mencionados acima).

A autora orienta esse foco, leva luz e, também, didática, mas não professoralmente, conduz o leitor para alguns aspectos do assunto mais históricos e lineares, como quando discorre sobre a FNLIJ e quando situa o leitor, por exemplo, na história social da criança.

Profissional consciente e experiente, crítica e exigente, a professora-doutora sabe quando é hora de elevar o “tom” acadêmico: assim, ela traz e faz, trata e retrata abordagens, análises, questionamentos, visita autores. Sua expectativa, diz ela, é “despertar em cada leitor a vontade de ler, escrever, instigar/investigar, contar histórias [...]” e, a partir daí, “inscrever a literatura infantil em um patamar mais elevado de análise e crítica”.

Essa “análise e crítica”, quer a autora, deve contribuir para que, na literatura infantil, o “punctum saliens”, aquilo a que se deve “dar mais visibilidade”, é o “espaço, a voz e o desenvolvimento da criança” e não necessariamente os “livros e seus autores”.

Ao mesmo tempo em que não nega “a qualidade da literatura produzida para crianças atualmente”, Tereza Bom-Fim alerta que “a literatura para criança continua carente de uma crítica madura, consistente, sem melindres, menos rasa [...]”. Como se percebe, a autora tem seu tanto lúdico e lúcido, crítico e cítrico – leve acidez...

A literatura infantil, vê-se, é assunto de gente grande. Não deve ser fácil para os especialistas votarem, entre centenas de títulos, os poucos que serão objeto de conhecimentos e reconhecimentos maiores, as obras que, no jargão da FNLIJ, merecerão ser “altamente recomendáveis”. Esse processo, crítico, analítico, deve/ria levar em consideração – como propõe ou reforça Tereza Bom-Fim – “o pensamento e a visão infantis”.

Não é fácil... Só a criança sabe ser criança – porque é isso que ela é. Criança é só o instante presente, o aqui e agora, o “hic et nunc”. Criança é um presente. É o presente.

Adultos, não mais podemos ser criança. Podemos pensar/agir como criança – muitas das vezes uma atuação, um teatro, que vai do cômico ao patético.

É difícil ter, de verdade, “pensamentos” e “visões”, modos e medos, posturas e imposturas de criança. Não há como o adulto limpar-se da poluição de sua adultez e tornar à altivez pueril e pura. Como adultos, falhamos até mesmo em compreender outros adultos, inclusive aqueles bem próximos a nós, na nossa casa – às vezes, na nossa cama...

Mas vida é isso: um vir a ser de seres a vir. Vida é obra em construção desfinda.

Assim, é nesse contínuo fluir de vida que também os especialistas em literatura infantil têm de pôr seus saberes, sentires e amares, a serviço de um ser que é pleno viço, força potencial e manifesta em crescimento – a criança.

Na tríade autores, especialistas e criança, apenas esta é.

Pois, na biodiversidade humana, enquanto autores e especialistas são funções, a criança é ser.

Adultos são personagens.

Só a criança é plenitude.

EDMILSON SANCHES

7 comentários em “LITERATURA MARANHENSE: “A literatura infantil para maiores de dezoito anos” – prefácio de Edmilson Sanches

  1. Lindarum

    Selling Aged 2010-2012 Twitter accounts

    General Information

    Email Address Verified
    All accounts come with full access to the original email that was used to create the account!
    8 years old
    Comes with little or no followers, following
    Comes with bio or profile picture

    Price
    $5 Only!

    Interested? - click buy now button.

    For Bulk 2012 Accounts only, Contact us @:
    Email:
    Email - congmmo@gmail . com

    https://sellaccs.net
    Discord : CongMMO#9766
    Skype & Telegram : congmmo
    ICQ : @652720497
    Thank you!

  2. CloneFBOmito

    Dịch vụ cung cấp clone uy tín - Clone full định dạng uid-pass-token-cookie - Bảo hành login 1 đổi 1. - Nhận reg acc theo yêu cầu. Khách mới sẽ được dùng thử . Truy cập : http://accs.vn

  3. Lindarum

    Premium Aged Twitters 2007-2013

    - all come with the original email, means they're as good as your own, will last a long time!
    - long 1 week replacement policy
    - responsive after-sales support

    Prices:
    2007 - $20
    2008 - $15
    2009 - $10
    2010 - $8
    2011 - $7
    2012 - $6
    2013 - $5
    MAJOR bulk discounts when ordering 10+ accounts! deal here]

    Where you can contact me,PM me here!

    https://sellaccs.net

    Skype & Telegram : congmmo
    ICQ : @652720497
    Email : congmmo@gmail . com

    Payments Accepted:
    BTC,ETH,ETC,LTC or Payoneer or Paypal
    Paypal fees will be paid by the buyer
    No refunds allowed, if you're having issues with an account you've bought I will gladly replace within the first hour of purchase!
    Thank you!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.