Saltar para o conteúdo

LÍNGUA PORTUGUESA: dicas e exercícios 36

Verbos e acentos gráficos juntos provocam muita dor de cabeça.

Neste domingo, vejamos se eles TEM ou TÊM ou TÊEM razão.

Dicas gramaticais

1. TEM ou TÊM ou TÊEM?
“Ele TEM” = 3ª pessoa do singular do verbo TER (presente do indicativo);
“Eles TÊM” = 3ª pessoa do plural;
“TÊEM” não existe.

2. VEM ou VÊM ou VÊEM?
“Ele VEM” = 3ª pessoa do singular do verbo VIR (presente do indicativo);
“Eles VÊM” = 3ª pessoa do plural do verbo VIR (presente do indicativo);
“Eles VEEM” = 3ª pessoa do plural do verbo VER (presente do indicativo).

OBSERVAÇÃO 1:
Só os verbos do grupo “crê-dê-lê-vê” (CRER, DAR, LER e VER) terminam em “-EEM”:
Ele crê – eles creem (presente do indicativo);
Que ele dê – que eles deem (presente do subjuntivo);
Ele lê – eles leem (presente do indicativo);
Ele vê – eles veem (presente do indicativo).

OBSERVAÇÃO 2:
Esta regra também se aplica aos verbos derivados: descrer, reler, prever, rever...
Ele relê – eles releem;
Ele prevê – eles preveem.

OBSERVAÇÃO 3:
Todas as palavras terminadas em “OO(S)” perderam acento circunflexo: voo (verbo = “eu voo” ou substantivo = “O voo foi ótimo”.), enjoo(s), perdoo, magoo, abençoo...

3. REFEM ou REFÉM?
O certo é REFÉM.

Todas as palavras oxítonas (= sílaba tônica na última sílaba) terminadas em “ÉM (ÉNS)” recebem acento agudo se tiverem mais de uma sílaba: recém, porém, alguém, ninguém, armazéns, parabéns, tu intervéns, tu deténs...

OBSERVAÇÃO:
As palavras monossílabas terminadas em “EM (ENS)” não têm acento agudo: bem, trem, ele tem, ele vem (3ª pessoa do singular)...

4. CONTEM ou CONTÉM ou CONTÊM ou CONTÊEM?
CONTEM = do verbo CONTAR: “É preciso que vocês contem tudo”.
CONTÉM = 3ª pessoa do singular do verbo CONTER: “A garrafa contém gasolina”.
CONTÊM = 3ª pessoa do plural do verbo CONTER: “As garrafas contêm gasolina”.
“CONTÊEM” não existe.

OBSERVAÇÃO:
Todos os verbos derivados de TER ( = deter, reter, manter, obter...) terminam em “ÉM” na 3ª pessoa do singular e em “ÊM” na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo: ele detém – eles detêm; ele mantém – eles mantêm; ele contém – eles contêm.

5. PROVEM ou PROVÉM ou PROVÊM ou PROVÊEM?
PROVEM = do verbo PROVAR: “É preciso que vocês provem o que disseram”.
PROVÉM = 3ª pessoa do singular do verbo PROVIR: “O produto provém da Argentina”.
PROVÊM = 3ª pessoa do plural do verbo PROVIR: “Os produtos provêm da Argentina”.
PROVEEM = 3ª pessoa do plural do verbo PROVER (= abastecer): “Os armazéns se proveem do necessário”.

OBSERVAÇÃO:
Todos os derivados de VIR (= advir, convir, intervir, provir...) terminam em “ÉM” na 3ª pessoa do singular e em “ÊM” na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo: “ele intervém, provém...” e “eles intervêm, provêm...”

Acrescentando...

“Veem” sem acento e “vêm” com acento
O Novo Acordo Ortográfico determina a supressão do acento circunflexo das formas verbais terminadas em “-eem”. São palavras paroxítonas cujo acento gráfico é, de fato, desnecessário.

Essas formas aparecem nos verbos “crer”, “ler” e “ver” conjugados na terceira pessoa do plural do presente do indicativo (eles creem, eles leem, eles veem) e no verbo “dar” conjugado na terceira pessoa do plural do presente do subjuntivo (que eles deem), bem como em seus derivados.

Vale observar que, embora não seja um derivado de “ver”, o verbo “prover” se conjuga como ele por analogia. Vale, portanto, a nova regra também para o verbo “prover”: eles proveem.

É importante levar em consideração que os acentos dos verbos “ter” e “vir” e de seus derivados não sofreram alteração. Assim, continuamos empregando as formas “ele tem” / “eles têm” e “ele vem”/ “eles vêm”. Seus derivados, por serem palavras oxítonas (não monossílabos), devem ser acentuados tanto na terceira pessoa do singular como na do plural (o que já ocorre com as demais oxítonas terminadas em “-em”, como “vintém”, “refém”, “ninguém” etc.). Varia, como sabemos, o tipo de acento: agudo no singular e circunflexo no plural. Daí, as formas “ele mantém”/ “eles mantêm” e “ele intervém”/ “eles intervêm”.

Como as oxítonas terminadas em “-ens” também são acentuadas, as formas de segunda pessoa do singular desses verbos são igualmente acentuadas. Assim: tu manténs, tu deténs, tu reténs, tu intervéns, tu provéns etc.

Paroxítonas terminadas em “-oo” perdem o acento circunflexo

As palavras paroxítonas terminadas em “-oo” agora perdem o acento circunflexo. Assim, no lugar de “vôo”, temos “voo”, “enjôo” muda para “enjoo” e assim por diante.

Esse tipo de formação ocorre sobretudo nas formas verbais de primeira pessoa do singular do presente do indicativo dos verbos terminados em “-oar” e em “-oer”. Assim: eu magoo (magoar), eu perdoo (perdoar), eu abençoo (abençoar), eu doo (doar), eu coo (coar), eu moo (moer), eu roo (roer) etc.

A forma reduzida de “zoológico”, “zoo”, também perde o acento.

Teste da semana
Assinale a opção que completa, corretamente, as lacunas da frase abaixo:
“Se __________ o material necessário, anotaremos tudo que vocês __________ no dia em que nos __________ novamente”.
(a) obtivermos – propuzerem – vermos;
(b) obtermos – proporem – virmos;
(c) obtermos – propuserem – vermos;
(d) obtivermos – propuserem – virmos.

Resposta do teste: Letra (d).
A frase exige o uso dos verbos no futuro do subjuntivo. O verbo OBTER é derivado de TER: se nós TIVERMOS, logo se nós OBTIVERMOS. O verbo PROPOR é derivado de PÔR: se eles PUSEREM, logo se eles PROPUSEREM, com "s". E o futuro do subjuntivo do verbo VER é: quando eu VIR, tu VIRES, ele VIR, nós VIRMOS, vós VIRDES e eles VIREM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.