Skip to content

Museu de Arte de Rua promove “tour” virtual em São Paulo

O projeto MAR 360°, do Museu de Arte de Rua, apresenta mais de 40 murais de grafites em “tour” virtual, como forma de valorizar essa modalidade. Estão reunidas obras de variados temas, incluindo a pandemia de covid-19. O “tour” atinge diversos bairros, por meio de plataforma “on-line” que possibilita a visualização de um mapa personalizado, disponível no “link” www.mar360.art.br.

Segundo a prefeitura, responsável pela iniciativa e pelo museu, o projeto é desenvolvido em meio à nova fase de contaminação da covid-19. O objetivo é permitir que todos consigam percorrer os mais de 110 quilômetros (km) que separam as artes, mesmo que de forma “on-line”, mas com toda a segurança necessária neste momento.

Para que todos os murais fossem captados em detalhes, durante um mês foi utilizado um drone, equipado com câmeras 12K de altíssima resolução. “Todo esse esforço resultou no único museu de rua do mundo com o formato de realidade virtual, que pode ser acessado pelo navegador de qualquer computador”, informou a prefeitura.

Entre as obras escolhidas para o projeto, está o trabalho de Speto, grafiteiro considerado um dos principais nomes da arte de rua do país, influenciado pela cultura do “hip hop” e que realizou seus primeiros trabalhos na década de 80. No MAR 360° é possível conferir a obra “Homenagem a João Gilberto”, exposta na Avenida Senador Queirós, em Santa Ifigênia.

Importante nome da arte contemporânea brasileira e pioneiro da “street art” mundial, Alexandre Orion assina a obra “Saudação”, um grande mosaico localizado no Instituto do Coração (InCor), no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, voltado para a Avenida Rebouças e a Passarela Professor Dr. Emílio Athiê.

O paulistano Mundano, que está na lista de artistas do MAR 360°, junta arte e ativismo e também tem reconhecimento internacional. Sua obra “Operários de Brumadinho” está exposta na Avenida Mercúrio, no centro histórico da capital.

Museu

O Museu de Arte de Rua ocupa a capital paulista por meio de painéis em empenas de prédios e em muros. Em 2019, foram mais de 30 obras de arte urbana em diferentes suportes, como grafite, estêncil, fotografia, sempre em grandes dimensões. Na edição de 2020 do MAR, foram mais de 20 obras.

Além de incentivar o desenvolvimento da arte urbana pelas ruas e avenidas da cidade, a atual edição do projeto promove intervenções com temática ligada à pandemia de covid-19 em dois eixos distintos. Em um deles, os artistas homenageiam quem está na linha de frente do combate à pandemia, como profissionais da área da saúde e entregadores. O outro eixo mostra obras que promovam esperança e alento às dificuldades do período.

Participam do MAR 360°: Alex Senna, Alexandre Orion, Apolo Torres, Binho + Coletivo X, Binho Ribeiro (Hip Hop), Bueno Caos, Cadumen, Celso Gitahy, Crica Monteiro, Dinas, Enivo, Felipe Morozini, Gamão / Coletivo Kuka, Grupo Vértigo (Colômbia), Hannah Lucatelli, Katia Lombardo, Ludu, Luis Birigui, Luna Buschinelli, Mag Magrela, Mari Mats, Mari Pavanelli, Mauro Neri, Mundano, Onesto, Os Tupys, Paulo Chavonga, Paulo Ito, Rafa Mon, Rafael Hayashi, Raquel Brust (Giganto), Robinho Santana, Ronah Carraro, Rui Mendes, Simone Siss e Lau Guimarães, Speto, Tebas, Thiago Toes, Tikka, Verena Smit, Zezão, Ziza.

(Fonte: Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.