Saltar para o conteúdo

Aproximadamente, 1.200 alunos de 700 escolas públicas e particulares do país participam, neste fim de semana, do Festival Sesi de Robótica, no Rio de Janeiro. O evento apresenta três disputas simultâneas com robôs de diferentes tipos e categorias, que ocorrem nos armazéns 2 e 3 do Píer Mauá, com entrada gratuita.

A solenidade de premiação está programada para amanhã à tarde, dia de encerramento do festival. Antes de etapa nacional, no Rio de Janeiro, foram feitas 11 seletivas em 11 municípios brasileiros, das quais participaram 10 mil alunos.

O diretor de operações do Serviço Social da Indústria (Sesi), Paulo Mól, disse que o principal recado que o torneio de robótica dá aos estudantes é que estudar e aprender pode ser muito divertido.

“Aprender ciências é algo muito divertido. Quando você materializa esse estudo dentro de projetos que tenham uma missão a ser conseguida, e o estudante tem que buscar soluções para problemas reais, eles próprios começam a desenvolver capacidades extraordinárias para resolver esses problemas. E vêm para o Festival de Robótica apresentando coisas fantásticas”, afirmou.

Os estudantes colocam em prática o que aprenderam nas escolas em ciências, matemática, física e disciplinas ligadas à área tecnológica em três desafios, que são o Torneio Sesi de Robótica “Fisrt Lego League”, o Torneio Sesi de Robótica “First Tech Challenge” (desafio tecnológico) e o Torneio Sesi “F1 in Schools” (Fórmula 1 nas escolas).

No espaço

No Torneio Sesi de Robótica “First Lego League”, para alunos de 9 a 14 anos de idade, a disputa terá a participação de 84 equipes de diversos Estados. O tema é “Into Orbit” (em órbita) e desafia os estudantes a pesquisar sobre as questões relacionadas a viver e viajar no espaço. “Cada estudante tem que desenvolver um projeto que tenha como temática o espaço”, informou o diretor.

Por exemplo, escovar os dentes pode levar as crianças e os jovens a desenvolver uma pasta que o astronauta possa engolir. Comida orgânica e material de limpeza são outros temas para incentivar os estudantes a desenvolver protótipos e, a partir dali, começar a criar robôs que possam trabalhar na órbita terrestre.

“É algo extremamente propositivo nesse formato”, afirmou Mól. “Você cria, na verdade, um estudante absolutamente curioso e conectado com a realidade de maneira muito firme. Alguém que vai pensar no que tem que ser feito, entender o produto, fazer um modelo de negócio para o produto. Então, se acaba criando um ser muito empreendedor, com várias habilidades, além das questões da ciência e tecnologia que são desenvolvidas”, argumentou.

Segundo Mól, o festival atinge públicos diversos e incentiva um processo lúdico de aprendizado. “Tudo que eu estou aprendendo, durante os treinos e pesquisas, vou levar para o resto da vida”, afirmou o estudante do 8º ano do Sesi de Barra do Piraí (RJ), João Victor de Castro Faria, de 12 anos de idade.

Novidades

Este ano, o festival traz uma nova categoria que é o Torneio Sesi de Robótica “First Tech Challenge” (desafio tecnológico), do qual participam 16 equipes, formadas por alunos de 15 a 18 anos do ensino médio, oriundos de 15 estados. Nessa categoria, os robôs construídos são mais estruturados para realizar atividades diversas.

Outra novidade desta edição do festival é o Torneio Sesi “F1 nas Escolas”. Trata-se de um programa educacional oficialmente vinculado à Fórmula 1 e que reproduz os desafios da corrida dessa categoria de carros. Conforme Mól, os alunos se comportam como se formassem uma escuderia e desenvolvem carros que sejam submetidos a testes de provas no festival.

O primeiro colocado vai participar de um grande prêmio real de Fórmula 1, em etapa a ser definida. O torneio é aberto a estudantes de 14 a 18 anos de idade. O programa “F1 nas Escolas” surgiu na Inglaterra e é promovido em mais de 40 países. Esta é a quarta edição no Brasil e a primeira organizada pelo Sesi.

Os melhores times da etapa nacional representarão o Brasil em torneios internacionais. O principal deles, o “World Festival”, considerado a Copa do Mundo da robótica, vai ocorrer nos dias 20 e 21 de abril, em Houston, Estados Unidos. No ano passado, a equipe “Red Rabitt”, do Sesi de Americana (SP), venceu o mundial.

(Fonte: Agência Brasil)

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) marcou presença nas comemorações do aniversário da cidade de Santa Inês que, em 2019, completou 52 anos de emancipação política. Município que acolheu o democrata de braços abertos desde o seu primeiro pleito à Câmara Federal, Santa Inês tornou-se uma das principais bases políticas de Juscelino, que fez questão de agradecer todo o apoio recebido nos últimos anos.

Ao lado da prefeita Vianey Bringel, do suplente de senador Roberth Bringel e do ex-deputado estadual Stênio Rezende, Juscelino Filho participou da festa promovida pela Prefeitura de Santa Inês na noite dessa quinta-feira (14).

A festa, em comemoração ao 52º aniversário de Santa Inês, contou com as apresentações de Thales Lessa, Jonas Esticado e Tony Guerra & Forró Sacode. Uma multidão compareceu ao evento, realizado no Espaço Cultural Dona Zima.

Ao parabenizar a cidade de Santa Inês por mais um aniversário, o deputado federal Juscelino Filho agradeceu toda a confiança demonstrada pela população santa-ineense em relação ao seu mandato e garantiu que continuará trabalhando para trazer, ainda mais, benefícios para o município.

“Vim comemorar com cada um morador de Santa Inês esta data tão especial para todos nós. Eu me orgulho muito de representar esta terra no Congresso Nacional. Irei continuar trabalhando muito para trazer benefícios que vão ajudar nossa cidade e toda essa região do Vale do Pindaré. Junto com a prefeita Vianey e com todo o nosso grupo político, continuaremos trabalhando muito por esta cidade”, afirmou o parlamentar.

(Fonte: Assessoria de comunicação)

Três partidas encerraram, na noite dessa quinta-feira (14), a fase de grupos da etapa final do Campeonato Maranhense de Beach-Soccer de Seleções Municipais, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach-Soccer (FMBS) com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. A Arena Domingos Leal, na Lagoa da Jansen, foi palco dos confrontos, que definiram os últimos classificados para as quartas de final do Maranhense.

Líderes do Grupo A, São Luís e Barreirinhas abriram a rodada com um jogo emocionante. Mostrando habilidade, Barreirinhas abriu 3 a 0 em poucos minutos, com gols de Raí, José Augusto e Adriano. Logo depois que Roberth diminuiu o placar para São Luís, a seleção de Barreirinhas marcou o quarto gol, com Luís Felipe, e deu a impressão de que conquistaria a vitória. São Luís, entretanto, mostrou poder de reação e arrancou o empate por 4 a 4, com gols de Ailton, Daniel e Rafael. Embalado pelo empate heroico, São Luís venceu Barreirinhas por 5 a 4 na disputa de pênaltis e confirmou a liderança da chave.

A segunda partida da rodada foi disputada entre Humberto de Campos e Paço do Lumiar, pelo Grupo C. Invicto no Maranhense, o time de Humberto de Campos venceu por 3 a 2, com gols de Wanderson, Manuelson e Gleison, enquanto Júlio César e Wellisson descontaram para Paço do Lumiar. Humberto de Campos garantiu o primeiro lugar do grupo, e Paço do Lumiar, mesmo com a derrota, está confirmado nas quartas de final.

O encerramento da primeira fase ficou por conta de Raposa e Santo Amaro, que mediram forças pelo Grupo B. Classificadas após vitórias sobre Peri-Mirim, as duas seleções fizeram um jogo equilibrado, mas a Raposa aproveitou bem suas oportunidades e venceu por 3 a 1. Os gols da vitória raposense foram marcados por Alex, Elves e Paullynek, e Hudson descontou para Santo Amaro.

Quartas de final

As partidas das quartas de final do Maranhense de Beach-Soccer serão realizadas nesta sexta-feira (15), a partir das 18h30, na Arena Domingos Leal. Humberto de Campos e Santa Helena abrem a fase decisiva, que terá continuidade com as seguintes partidas: João Lisboa x Barreirinhas, Raposa x Paço do Lumiar e São Luís x Santo Amaro.

Todos os jogos da etapa final estão sendo transmitidos ao vivo pelo “site” da FMBS (www.futeboldeareiama.com.br). No “site” e nas redes sociais oficiais da federação (@beachsoccerma) estão disponíveis todas as informações da competição estadual.

TABELA DE JOGOS
TERÇA-FEIRA (12/3)
Santo Amaro 12 x 1 Peri-Mirim
Santa Helena 3 x 5 Barreirinhas
Humberto de Campos 8 x 1 João Lisboa
Bequimão 1 x 3 Paço do Lumiar

QUARTA-FEIRA (13/3)
Bequimão O x W Humberto de Campos
São Luís 4 x 3 Santa Helena
Paço do Lumiar 4 x 5 João Lisboa
Raposa 6 x 3 Peri-Mirim

QUINTA-FEIRA (14/3)
Bequimão O x W João Lisboa
São Luís 4 (5) x (4) 4 Barreirinhas
Paço do Lumiar 2 x 3 Humberto de Campos
Raposa 3 x 1 Santo Amaro

SEXTA-FEIRA (15.3) / QUARTAS DE FINAL
18h30 – Humberto de Campos x Santa Helena
A seguir – João Lisboa x Barreirinhas
A seguir – Raposa x Paço do Lumiar
A seguir – São Luís x Santo Amaro

(Fonte: Assessoria de comunicação)

Jovens de mais de 100 países fazem, hoje (15), manifestações exigindo medidas para conter o aquecimento global. No Brasil, estão previstos atos em Brasília e em seis Estados, entre eles o Rio de Janeiro, onde jovens farão um protesto nas escadarias da Assembleia Legislativa do Estado, no centro da cidade.

Segundo o coordenador-executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, Alfredo Sirkis, os mais jovens estão se mobilizando porque eles viverão os maiores impactos do aquecimento global.

A ideia é exigir a adoção de medidas por governos e empresários. A mobilização dos jovens contra as mudanças climáticas foi inspirada nas ações da jovem sueca Greta Thunberg, que passou a fazer protestos rotineiros em frente ao parlamento da Suécia contra o aquecimento global.

(Fonte: Agência Brasil)

Termina, nesta sexta-feira (15), o prazo para escolas públicas e privadas de todo o país inscreverem seus alunos no 48º Concurso Internacional de Redação de Cartas, promovido em todo o mundo pela União Postal Universal (UPU) e realizado, no Brasil, pelos Correios. O tema desta edição do concurso é “Escreva uma Carta sobre o Seu Herói”, e podem participar estudantes com até 15 anos.

Cada escola deverá realizar um processo interno e selecionar, entre as redações dos alunos, até duas que a representarão no certame. As redações devem ser em formato de carta, escritas à mão, usando caneta esferográfica preta ou azul e conter no máximo 900 palavras.

As redações devem ser postadas pelos Correios, como carta registrada ou Sedex, ambos com aviso de recebimento. Dia 15 é o limite para a postagem. Os endereços estão disponíveis na página dos Correios.
O concurso tem quatro etapas, escolar, estadual, nacional e internacional, a última, sob responsabilidade da UPU.

Os três primeiros colocados na fase estadual e as respectivas escolas recebem prêmios em dinheiro, que vão de R$ 700 a R$ 2,5 mil. O vencedor da fase nacional, além de receber um troféu e R$ 5 mil, representará o Brasil na etapa internacional. A escola vencedora dessa etapa receberá R$ 10 mil.

No ano passado, a estudante Clarice Rilyane Oliveira da Silva, de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, venceu a etapa nacional. Rilyane recebeu menção honrosa da UPU por sua carta. O tema da última edição foi “Imagine que Você É uma Carta que Viaja no Tempo. Que Mensagem Você Quer Deixar para Seus Leitores?”.

(Fonte: Agência Brasil)

O escritor Ignácio de Loyola Brandão foi eleito, nessa quinta-feira (14/3), por unanimidade, para ocupar a cadeira 11 da Academia Brasileira de Letras (ABL), vaga com a morte do acadêmico e jurista Hélio Jaguaribe, no dia 10 de setembro do ano passado, no Rio de Janeiro.

Loyola Brandão venceu outros 11 concorrentes: Eloi Angelos Guio D’Aracosia, Rodrigo Cabrera Gonzales, Placidino Guerrieri Brigagão, José Roberto Guedes de Oliveira, Lucas Menezes, Remilson Soares Candeia, José Itamar Abreu Costa, Marilena Barreiros Salazar, Raquel Naveira, Felisbelo da Silva e Sérgio Caldeira de Araújo.

O presidente da ABL, professor Marco Lucchesi, disse à Agência Brasil que todos os acadêmicos estavam tomados de emoção. “Porque Ignácio é um marco na moderna ficção brasileira e traz uma inteligência muito profunda da vida das cidades, com uma espécie de experimentalismo e de profunda intensidade dos seus quadros, às vezes até mesmo ferozes, mas sempre criativos”.

Os ocupantes anteriores da cadeira 11 foram Lúcio de Mendonça (fundador), que escolheu como patrono Fagundes Varela; Pedro Lessa, Eduardo Ramos, João Luís Alves, Adelmar Tavares, Deolindo Couto, Darcy Ribeiro e Celso Furtado.0

Jornalista e escritor

Ignácio de Loyola Brandão nasceu em Araraquara (SP), em 1936. Atuou como jornalista em sua cidade natal e continuou a carreira após mudar-se para a capital paulista, aos 21 anos. Trabalhou no jornal “Última Hora” e nas revistas “Claudia”, “Realidade”, “Setenta”, “Planeta”, “Ciência e Vida”, “Lui”. Encerrou a carreira escrevendo para a revista “Vogue”. Atualmente, escreve uma crônica quinzenal para o jornal “O Estado de S.Paulo”.

Pelo conjunto de sua obra, recebeu o Prêmio Machado de Assis, em 2016, em seu novo formato, quando passou a ser o único outorgado pela Academia Brasileira de Letras. Publicou mais de 42 livros, entre romances e contos, crônicas, viagens, infantis e infantojuvenis e uma peça teatral.

À Agência Brasil, o novo imortal disse estar ainda “meio zonzo” com sua eleição para a cadeira 11 da ABL. “Nunca imaginei que iria estar aqui e estou. O menino de Araraquara está aqui”, afirmou o escritor, lamentando que seu pai não estivesse presente para saborear essa vitória. “Estou muito feliz. Cheguei em um ponto que ainda terá muitos outros pela frente. É apenas mais um degrau. O começo da vida”, avaliou.

(Fonte: Agência Brasil)

Começa hoje (14), na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, a Mostra “Mulheres, câmeras e telas”, que visa a dar maior projeção a obras dirigidas por mulheres. Nesta segunda edição, serão exibidos dois filmes raros: “India Song” (1975), com direção da francesa Marguerite Duras, muito conhecida também por seu trabalho literário, e “O pequeno exército louco” (1984), primeiro filme da brasileira Lúcia Murat, que aborda as forças em disputa pelo poder na Nicarágua, como as tropas norte-americanas que chegaram na década de 1930, e a Frente Sandinista de Libertação Nacional.

Outro destaque da programação é o documentário “O caso do homem errado” (2017). Sob direção de Camila de Moraes, o filme conta a história de Júlio César, um jovem negro que foi executado pela polícia na década de 1980, em Porto Alegre, ao ser confundido com um assaltante

A entrada para as sessões, que terminam no dia 31 de março, é gratuita, e os ingressos poderão ser retirados na bilheteria da Cinemateca uma hora antes da exibição. A programação completa pode ser conferida no “site” da instituição.

(Fonte: Agência Brasil)

O Serviço Social do Comércio (Sesc) promove, em todo o país, a terceira edição do projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leitura. Pesquisa feita pelo Ibope mostrou que 44% da população brasileira não têm o hábito de ler e 30% nunca compraram um livro. .

O projeto do Sesc foi iniciado esta semana e vai percorrer, até dezembro deste ano, 93 municípios, reunindo 84 artistas, entre escritores, poetas, “rappers” (discurso rítmico com rimas e poesia), contadores de histórias, que vão dialogar com o público durante bate-papos, oficinas e apresentações poéticas. Todas as atividades são abertas à população e gratuitas.

Lançado em 2017, o Arte da Palavra tem uma curadoria coletiva, feita por especialistas do Sesc de todo o país, que seleciona escritores nacionais para participarem do circuito. No ano passado, cerca de 30 mil pessoas foram beneficiadas diretamente.

Com a finalidade de destacar a literatura nacional, o Arte da Palavra se divide em três circuitos. O primeiro envolve os autores e é voltado para a divulgação de escritores. O segundo trata das oralidades e reúne contadores de histórias, saraus e apresentações que mesclam poesia com outras manifestações artísticas. O terceiro circuito abrange a criação literária e será composto por oficinas variadas, com o objetivo de exercitar a prática da escrita em suas diferentes manifestações e criar leitores com maior bagagem cultural.

Um dado curioso é que o projeto leva autores de um Estado para se apresentarem em outros, fazendo com que a parte literária circule pelo Brasil inteiro, ao mesmo tempo em que democratiza a cultura e valoriza a diversidade cultural.

O Arte da Palavra 2019 destaca a participação do escritor carioca de livros policiais Raphael Montes, da escritora gaúcha Luisa Geisler, revelada pelo Prêmio Sesc de Literatura, da jovem poeta de Brasília Meimei Bastos, da autora paraense de literatura indígena Marcia Kambeba, do poeta paulista multifacetado André Vallias e do contador de histórias Francisco Gregório Filho.

(Fonte: Agência Brasil)

A segunda rodada da etapa final do Campeonato Maranhense de Beach-Soccer de Seleções Municipais, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach-Soccer (FMBS) com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, foi muito boa para as equipes de São Luís, João Lisboa e Raposa que venceram e garantiram vaga nas quartas de final do torneio com uma rodada de antecipação. Os jogos ocorreram na noite dessa quarta-feira (13), na Arena Domingos Leal, na Lagoa da Jansen, e nem mesmo a chuva foi capaz de diminuir a emoção das partidas.

Pelo Grupo A, São Luís enfrentou Santa Helena e contou com uma atuação de gala de Roberth. O camisa 11 da equipe da capital marcou três gols e comandou o triunfo ludovicense por 4 a 3. Com a vitória, São Luís divide a liderança da chave com Barreirinhas, e ambas as equipes já estão classificadas para o mata-mata.

Já na partida pelo Grupo B, a Seleção de Raposa conseguiu uma importante vitória sobre Peri-Mirim. Após ter aberto 3 a 0 no placar, Raposa relaxou e viu o adversário reagir e chegar ao empate. No entanto, no último período, os raposenses voltaram a se impor e conseguiram confirmar o resultado positivo: 6 a 3.

Quem também venceu na rodada foi a Seleção de João Lisboa que, após ter sido goleada na estreia, se recuperou em grande estilo ao derrotar Paço do Lumiar por 5 a 4 em uma virada espetacular. No outro jogo do Grupo C, Humberto de Campos manteve os 100% de aproveitamento ao vencer Bequimão por WO. A seleção bequimãoense chegou atrasada para a partida e, por isso, perdeu o duelo.

Rodada decisiva

Nesta quinta-feira (14), a partir das 18h30, será realizada a terceira e última rodada da fase classificatória da etapa final do Campeonato Maranhense de Beach-Soccer. Os duelos desta noite vão definir os confrontos de quartas de final, que serão realizados na sexta-feira (15). A rodada desta quinta é a seguinte: Bequimão x João Lisboa, São Luís x Barreirinhas, Paço do Lumiar x Humberto de Campos e Raposa x Santo Amaro.

Todos os jogos da etapa final estão sendo transmitidos ao vivo pelo “site” da FMBS (www.beachsoccerma.com.br). No “site” e nas redes sociais oficiais da federação (@beachsoccerma) estão disponíveis todas as informações da competição estadual.

TABELA DE JOGOS
TERÇA-FEIRA (12/3)
Santo Amaro 12 x 1 Peri-Mirim
Santa Helena 3 x 5 Barreirinhas
Humberto de Campos 8 x 1 João Lisboa
Bequimão 1 x 3 Paço do Lumiar

QUARTA-FEIRA (13/3)
Bequimão O x W Humberto de Campos
São Luís 4 x 3 Santa Helena
Paço do Lumiar 4 x 5 João Lisboa
Raposa 6 x 3 Peri-Mirim

QUINTA-FEIRA (14/3)
18h30 – Bequimão x João Lisboa
A seguir – São Luís x Barreirinhas
A seguir – Paço do Lumiar x Humberto de Campos
A seguir – Raposa x Santo Amaro

(Fonte: Assessoria de comunicação)

Na noite desta quarta-feira (13), será realizada a segunda rodada da etapa final do Campeonato Maranhense de Beach-Soccer de Seleções Municipais, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach-Soccer (FMBS) com o patrocínio do governo do Estado e da Cerveja Glacial por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Ao todo, quatro jogos movimentarão a Arena Domingos Leal, na Lagoa da Jansen, a partir das 18h30. A entrada é gratuita.

A rodada será iniciada com o duelo entre Bequimão e Humberto de Campos, válido pelo Grupo C. Na sequência, pelo Grupo A, São Luís estreia no Campeonato Maranhense diante de Santa Helena.

O terceiro jogo da noite colocará frente a frente as seleções de Paço do Lumiar e João Lisboa. E, encerrando a programação desta quarta-feira, Raposa e Peri-Mirim se enfrentam.

Todos os jogos da etapa final estão sendo transmitidos ao vivo pelo “site” da FMBS (www.beachsoccerma.com.br). No “site” e nas redes sociais oficiais da federação (@beachsoccerma) estão disponíveis todas as informações da competição estadual.

TABELA DE JOGOS
TERÇA-FEIRA (12/3)
Santo Amaro 12 x 1 Peri-Mirim
Santa Helena 3 x 5 Barreirinhas
Humberto de Campos 8 x 1 João Lisboa
Bequimão 1 x 3 Paço do Lumiar

QUARTA-FEIRA (13/3)
18h30 – Bequimão x Humberto de Campos
A seguir – São Luís x Santa Helena
A seguir – Paço do Lumiar x João Lisboa
A seguir – Raposa x Peri-Mirim

QUINTA-FEIRA (14/3)
18h30 – Bequimão x João Lisboa
A seguir – São Luís x Barreirinhas
A seguir – Paço do Lumiar x Humberto de Campos
A seguir – Raposa x Santo Amaro

(Fonte: Assessoria de comunicação)