Saltar para o conteúdo

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou hoje (29) que o governo vai disponibilizar R$ 125 milhões em recursos extras para as universidades federais. De acordo com o ministro, 65% dos recursos serão destinados para a aquisição de painéis solares e o restante para a conclusão de obras paradas ou em andamento.

“Estamos liberando recursos para investimentos em energia fotovoltaica renovável, e isso vai liberar orçamento na veia para as universidades”, disse o ministro.

Os recursos, advindos de remanejamento do orçamento da Secretária de Educação Superior (Sesu), serão distribuídos para todas as 63 universidades federais, que, em média, receberão cerca de R$ 2,5 milhões. Mas, segundo o secretário de Ensino Superior, Arnaldo Lima, terão acesso a um volume maior de recursos as universidades que estiverem melhor classificadas em um “ranking” do ministério que avalia a qualidade e desempenho e que tenham o menor custo por aluno.

Para tanto, as universidades foram classificadas em cinco faixas. Quanto maior for a pontuação no “ranking”, maior será o volume de recursos recebidos.

De acordo com a assessoria do ministério, o objetivo é beneficiar as universidades que possuem menores condições orçamentárias de realizar esse tipo de investimento. A estimativa do Ministério da Educação é que, após a instalação dos painéis, haja uma redução média nas contas de luz das universidades de até R$ 25,5 milhões por ano.

Mercosul

Durante a coletiva de imprensa para anunciar a liberação dos recursos, o ministro disse ainda que o Brasil não vai mais participar das reuniões do Mercosul, grupo que reúne Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela, que tratam de educação.

Segundo o ministro, a decisão foi motivada por não haver “resultados concretos” das reuniões. O ministro também afirmou que, na prática, a decisão não muda a relação do Brasil com o Mercosul.

“Depois de 28 anos que o Brasil está participando na área educacional do Mercosul, a decisão do governo é a partir de hoje começar a discutir apenas relacionamentos bilaterais com Argentina, Paraguai e Uruguai”, disse Weintraub. “Tudo que tiver de iniciativa na área de educação vai ser mantida. A única coisa é que essas reuniões não vão acontecer mais com a presença do Brasil”, afirmou.

Para Weintraub, as reuniões bilaterais são mais efetivas. “Numa conversa bilateral, conseguimos avançar muito mais rapidamente. Na reunião [do grupo] que tivemos hoje apenas o ministro [da Educação] do Paraguai veio, a Argentina mandou alguém da Embaixada, e o Uruguai não mandou ninguém”, disse.

(Fonte: Agência Brasil)

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) apresentou, nessa quarta-feira (27), substitutivo ao Projeto de Lei nº 3.267/2019, que altera o Código de Trânsito Brasileiro. O texto, com quase 50 páginas, altera diversos pontos da proposta do governo, entregue pessoalmente ao Congresso Nacional pelo presidente Jair Bolsonaro, no dia 4 de junho. O relatório agora será discutido e votado na Comissão Especial que analisa o assunto.

“Defesa à vida, segurança e redução de acidentes. Essas são as três diretrizes do nosso trabalho. Além disso, o substitutivo foi baseado em questões técnicas, após ouvirmos especialistas em seis audiências públicas e outras reuniões, bem como a contribuição das quase 230 emendas que foram apresentadas pelos membros da comissão. Vamos debater o texto, e esperamos aprova-lo nas próximas semanas”, diz Juscelino Filho.

De acordo com o relator, é preciso reduzir os números trágicos do trânsito brasileiro. “Em 2017, foram mais de 35 mil mortes nas vias e estradas do país, o que significa uma a cada 15 minutos. No mesmo ano, quase 400 mil indenizações por invalidez foram pagas pelos DPVAT. Os acidentes também custam bilhões de Reais ao SUS e aos cofres públicos em geral. É urgente mudar essa realidade. Esse foi o compromisso feito pelo Brasil com o mundo e é o que os brasileiros exigem de nós”, avalia.

Para o presidente da Comissão Especial do PL 3.267, deputado Luiz Carlos Motta (PL-SP), reunir entidades representativas e debater com especialistas os problemas do trânsito foi fundamental para colher subsídios e informações sobre o tema. “A nossa responsabilidade e maior anseio é revitalizar o Código de Trânsito, porém sempre tendo como objetivo a redução de acidentes e a proteção da vida”, ressalta.

Cadastro positivo

Uma das novidades trazidas por Juscelino Filho é a criação do Registro Nacional Positivo de Condutores (RNPC), no qual deverão constar os dados de quem não comete infração sujeita à pontuação. “Esperamos estimular a condução responsável, premiando os bons motoristas. Propomos um sorteio anual do valor correspondente a 1% do arrecadado pelo Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito (Funset). O cadastro também pode ser usado por Estados, municípios e seguradoras, possibilitando a concessão de benefícios”, explica.

Confira outros pontos do relatório:

Cadeirinha
Respaldado por estudos técnicos e considerando a relação média entre idade e altura das crianças brasileiras, a proposta é que os dispositivos de retenção sejam obrigatórios para crianças de até 10 anos de idade ou que atinjam 1,45m de altura. Fica mantida a penalidade prevista no CTB para o descumprimento dessa obrigatoriedade.

Validade da CNH
A proposta prevê 10 anos de CNH para condutores de até 40 anos de idade, 5 anos para os de 40 a 70 anos, e de 3 anos para condutores com 70 anos ou mais. Motoristas profissionais das categorias C, D e E continuam com habilitação válida por 5 anos. A qualquer tempo, em quatro casos, haverá necessidade de avaliação psicológica: suspensão do direito de dirigir, dar causa a acidente grave, condenação por delito de trânsito e colocar em risco a segurança no trânsito.

Pontuação de multas
Escala com três limites de pontuação para suspensão da CNH: 20 pontos, se o condutor tiver duas ou mais infrações gravíssimas; 30 pontos, se houver apenas uma infração gravíssima; ou 40 pontos, se não tiver infração gravíssima. A proposta ainda isenta os pontos relativos às infrações de natureza administrativa, que não colocam em risco a segurança no trânsito.

Exame toxicológico
Fica mantida a exigência do exame toxicológico para motoristas das categorias C, D e E. Dados da Polícia Rodoviária Federal apontam redução de 36% do número de acidentes com veículos pesados nas rodovias, de 2015 a 2017, após a criação do exame. Foi proposto, porém, que o exame seja realizado somente para fins de renovação da CNH, eliminando a exigência de submissão a exame na metade da vigência do documento.

Contran
A proposta é de que minutas de normas regulamentares a serem editadas pelo Contran sejam submetidas à consulta pública antes da entrada em vigor. A medida visa à maior transparência nas decisões do Conselho, garantindo, assim, que a sociedade civil apresente as suas contribuições, no sentido de construir normas mais justas e efetivas.

(Fonte: assessoria de comunicação)

O Campeonato Maranhense de Futsal 2019, competição promovida pela Federação de Futsal do Maranhão (Fefusma), será atração neste fim de semana, em São Luís. Ao todo, 39 partidas estão programadas para ocorrer de sexta-feira (29) até domingo (1º/12) em São Luís. O detalhe é que a bola vai rolar para nove categorias diferentes: Sub-6, Sub-8, Sub-10, Sub-12, Sub-14, Sub-16, Sub-19, Adulto Feminino e Especial.

A rodada terá início nesta sexta-feira com três partidas do Estadual Sub-16 a partir das 19h: Instituto Juventude x Túnel Futsal, Vinícius de Moraes x Campinense Atlético Club e Aurora Futsal x Instituto Iziane Castro. Todos os três jogos ocorrerão no Ginásio Guioberto Alves, no Bairro de Fátima.

No sábado (30), o Campeonato Maranhense de Futsal prossegue com jogos em três ginásios: no Manoel Trajano (Complexo Esportivo do Outeiro da Cruz), na Apae e no Guioberto Alves. De acordo com o boletim oficial da Fefusma, a bola vai começar a rolar a partir das 8h para as categorias Sub-6, Sub-8, Sub-10, Sub-14, Sub-19 e Especial.

Outras nove partidas vão encerrar a rodada no domingo (1º/12). O Ginasio da Apae será palco para todos os jogos: Meninos de Ouro/AABB x Instituto Juventude (Sub-6), Instituto Futsal R20 x Afasca (Sub-6), Estrelinha Bom de Bola x Cruzeiro/APCEF (Sub-6), Aurora Futsal x CT Sports (Sub-6), Aurora A x RAF 07 (Sub-8), RB Futsal x Oficina Rosariense (Sub-8), Elmo/Lítero x Titans/Itapecuru (Sub-14), CT Sports x Meninos de Ouro/Santa Rita (Sub-14) e CT Sports x MEC/Barreirinhas (Adulto Feminino).

Nas redes sociais oficiais da Fefusma (@fefusma) estão disponíveis todas as informações do Campeonato Maranhense de Futsal 2019. Esta edição do Estadual de Futsal tem o apoio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), Murano, AP Assessoria de Imprensa, Crossnutri, Autoescola Santana, UP Nutrition/Suplementos, Arauto Solar, Poderosos Cosméticos e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Luís (Apae-MA).

TABELA DE JOGOS
Sexta-feira (29/11) // Ginásio Guioberto Alves
19h – Instituto Juventude x Túnel Futsal (Sub-16)
20h – Vinícius de Moraes x Campinense Atlético Club (Sub-16)
21h – Aurora Futsal x Instituto Iziane Castro (Sub-16)

Sábado (30/11) // Ginásio Manoel Trajano
8h – Associação Palmeirinha x Ippon/Cruzeiro (Sub-8)
8h40 – Instituto Futsal R20 x Meninos de Ouro/AABB (Sub-6)
9h20 – Afasca x Instituto Juventude (Sub-6)
10h – Estrelinha Bom de Bola x Aurora Futsal (Sub-6)
10h40 – Cruzeiro/APCEF x CT Sports (Sub-6)
11h20 – Escola Cruzeiro x Colégio Rosa de Saron (Sub-8)
12h – Instituto Juventude x Meninos de Ouro/AABB (Sub-8)
12h40 – Túnel Futsal x CT Sports (Sub-8)
13h20 – Estrelinha Bom de Bola x Ponte Preta Ludovicense (Sub-8)
14h – Magnólia/R13 x Projeto Paredão (Sub-8)
14h40 – Instituto R20 x RAF 07 (Sub-8)

Sábado (30/11) // Ginásio da Apae
8h – Apae A x Apae B (Especial)
8h50 – P+Educação x Escola Ney Santana(Especial)
9h40 – GPV Futsal x Seve (Sub-10)
10h30 – Meninos de Ouro/AABB x Titans B (Sub-10)
11h20 – Palmeirinha Futsal x Titans A (Sub-10)
12h10 – RAF 07 x Meninos de Ouro/Santa Rita (Sub-10)
13h – Afasca x Projeto Nova Era (Sub-10)
13h50 – Afasca x Meninos de Ouro/Santa Rita (Sub-8)
14h40 – Aurora Futsal x Túnel Futsal (Sub-12)
15h30 – Colégio Rosa de Saron x Elmo/Lítero (Sub-12)
16h40 – Aurora Futsal x Desportiva Ribamarense (Sub-14)

Sábado (30/11) // Ginásio Guio
8h – Afasca x ECEF/UFMA (Sub-14)berto Alves
9h – RAF 07 Futsal x Associação Palmeirinha (Sub-14)
9h50 – Imperial F.C. x Jeito Moleque (Sub-19)
11h – ECEF/UFMA x Y. Bacanga (Sub-19)
12h10 – CAD Atalanta/Cantanhede x ATLEF (Sub-19)

Domingo (1º/12) // Ginásio da Apae
8h – Meninos de Ouro/AABB x Instituto Juventude (Sub-6)
8h45 – Instituto Futsal R20 x Afasca (Sub-6)
9h30 – Estrelinha Bom de Bola x Cruzeiro/APCEF (Sub-6)
10h15 – Aurora Futsal x CT Sports (Sub-6)
11h – Aurora A x RAF 07 (Sub-8)
11h45 – RB Futsal x Oficina Rosariense (Sub-8)
12h30 – Elmo/Lítero x Titans/Itapecuru (Sub-14)
13h20 – CT Sports x Meninos de Ouro/Santa Rita (Sub-14)
14h10 – CT Sports x MEC/Barreirinhas (Adulto Feminino)

(Fonte: Assessoria de comunicação)

CITY FC

O sábado (30) será de decisões na Copa Arari de Futsal. As disputas dos torneios das categorias Feminino Adulto e Sub-17 Masculino serão concluídas com dois jogos que prometem agitar a quadra do Ginásio José Benedito Chaves Pestana, na cidade de Arari. A expectativa é de casa cheia nas finais, marcadas para começar a partir das 19h. A entrada no ginásio será gratuita.

O primeiro grito de campeão virá no Sub-17 Masculino. Em quadra, estarão as duas melhores equipes do torneio: o Audax e o City FC. Invictos na competição, os dois times chegam à final com os ataques mais positivos.

AUDAX

O City FC já marcou 20 gols, contra 13 do Audax. Apesar do excelente desempenho ofensivo, os dois times também sofrem na defesa. O Audax já levou 8 gols, enquanto o City FC foi vazado em 12 oportunidades. Por esses dados, a decisão deste sábado promete ser emocionante e com muita bola na rede.

Feminino Adulto

Na sequência da final do Sub-17 Masculino, será a vez das mulheres entrarem em quadra. Os times do Soberanas e do Arari City decidirão o título do torneio Feminino Adulto a partir das 19h45. As duas equipes chegam à final com muita moral após conseguirem vitórias difíceis nas semifinais.

ARARI CITY

Depois passar com tranquilidade pela fase de grupos, o Soberanas suou muito para derrotar o Interatléticas nas semifinais por 2 a 1. Já o Arari City, que iniciou sua participação sendo goleado por 5 a 1, se recuperou e avançou às semifinais, onde bateu o TPM por 2 a 1.

SOBERANAS

Futebol Master

As disputas da Copa Arari de Futebol Master vão prosseguir neste fim de semana. O Estádio Santo Figueredo receberá mais quatro partidas, todas válidas pela segunda rodada da competição. No sábado (30), serão dois jogos: Mata x Mearim (8h) e JM x Malvinas (15h45). No domingo (1º), tem Stutgart x Nacional (8h) e Operário x E.C. Arari (15h45).

Ao todo, oito times estão na Copa Arari de Futebol Master. As equipes foram distribuídas em duas chaves. O Grupo A é composto por Malvinas, Mata, Mearim e JM. Já o B é formado por Nacional, Operário, Esporte Clube Arari e Stutgart.

Todos os detalhes sobre a primeira edição da Copa Arari de Futebol e Futsal estão disponíveis nas redes sociais oficiais do evento (@copaararima).

(Fonte: Assessoria de comunicação)

Sessenta e quatro por cento dos estudantes dos ensinos fundamental e médio ouvidos na terceira edição da pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção “consideram importante” ter psicólogo na escola para atendê-los.

A demanda dos estudantes “tem sentido bastante amplo”, afirma Marisa Villi, diretora da Rede Conhecimento Social, organização criada em 2000 pelas empresas associadas ao Grupo Ibope Inteligência. Segundo ela, os jovens querem profissionais de psicologia na escola “tanto no apoio para lidar com sentimentos, quanto para orientar sobre o que venham a fazer no futuro”.

“Há uma preocupação entre os alunos de que as escolas apoiem no desenho do futuro deles”, destaca Tatiana Klix, diretora da Porvir, uma plataforma que produz conteúdos de apoio a educadores, que também esteve à frente da pesquisa.

A atuação permanente de psicólogos nas escolas está prevista em projeto de lei (PL) aprovado pelo Congresso Nacional. O PL, que chegou a ser vetado pela Presidência da República, foi restabelecido com a derrubada do veto presidencial na tarde dessa quarta-feira (27).

Além do psicólogo, os estudantes destacam a importância de ter médico ou outro profissional de saúde (39%), orientador educacional ou vocacional (37%), e assistente social (24%). Os percentuais não são excludentes. Treze por cento afirmaram que “não são necessários outros profissionais”.

A pesquisa ouviu 258.680 estudantes, de 11 a 21 anos, de todo o Brasil. O levantamento não segue padrões de pesquisa de opinião pontual, com amostra representativa por Estado. A coleta de dados é contínua, pela “internet”. A interpretação dos dados estatísticos foi refinada qualitativamente, com a realização de oficinas com estudantes do universo pesquisado para compreensão mais elaborada de algumas respostas.

A maior participação na pesquisa foi de estudantes da Região Sudeste (63,5%). A maioria passou a maior parte da vida escolar em escolas públicas (93,4%), tinha de 15 a 17 anos (58%), é formada de meninas (52%) e se define de cor parda (42%).

Outras demandas

A pesquisa também levantou a opinião dos jovens sobre “o que não pode faltar na escola em termos de estrutura física”. A maior demanda é por “tecnologia não só no laboratório de informática” (53%). Em outra parte do questionário aplicado, o uso de tecnologia e a realização de atividades extraclasse foram os aspectos mais mal avaliados na pesquisa.

Para Tatiana Klix, alcançar a escola que os estudantes idealizam “não é impossível e nem exige muito dinheiro”. Segundo Marisa Villi, dá para mudar a escola em horizonte não longo. "O recurso que eles mais querem é para fazer mais pesquisa”.

Os jovens entrevistados também opinaram sobre as “características mais valorizadas em um professor”: 40% das respostas indicam “saber explicar bem os conteúdos”, 29% registram “propor diferentes atividades nas aulas”; 27% assinalam “ser acolhedor e ter uma boa relação com os alunos”, mesmo percentual de “saber estimular o aluno a se questionar e buscar conhecimentos”.

Os alunos também sentem apreço pelos professores que “têm muito conhecimento sobre um assunto” (14%), que “são exigentes e sabem colocar limites nos alunos” (13%), que “sabem relacionar os conteúdos com a vida cotidiana” (11%), e que “têm vários interesses e conhecimentos diversos” (10%).

(Fonte: Agência Brasil)

Neste domingo (1º), a Federação Maranhense de Futebol 7 (FMF7) dará prosseguimento a mais uma rodada da Taça Maranhão de Base de Futebol 7. A partir das 8h, o campo do A&D Eventos, no Bairro do Turu, receberá os jogos das categorias Sub-7, Sub-9 e Sub-11. Ao todo, nove partidas irão movimentar as disputas desses três torneios.

Pelo Sub-7, serão dois jogos, ambos válidos pelo Grupo A. Com 100% de aproveitamento até aqui, a garotada do Aurora enfrenta o Grêmio. Quem vencer, ficará bem perto das semifinais e, quem perder, complica bastante seu caminho para a próxima fase.

O outro duelo da categoria Sub-7 será entre Ponte Preta e Juventude/Rosa de Saron. Os dois times possuem poucas chances de classificação mesmo se vençerem na rodada.

Pelo Sub-9, serão quatro partidas: Grêmio Maranhense x Meninos de Ouro/AABB, Palmeirinha/Uniceuma x Olímpica, Grêmio Vinhais x Juventude/Rosa de Saron e Greco Sport Club x Craque na Escola. Completando a rodada de domingo, três jogos pelo torneio Sub-11: Escola Cruzeiro x Society Club Calhau, Juventude/Rosa x Craques na Escola e Grêmio Vinhais x Olímpica.

Equipes classificadas

Das sete categorias em disputa na Taça Maranhão de Base de Futebol 7, apenas os torneios Sub-6 e Sub-8 já definiram todas as equipes classificadas para a segunda fase da competição. No Sub-6, Aurora, Cruzeiro/SLZ, Meninos de Ouro/AABB e Juventude/Rosa de Saron estão garantidas nas semifinais.

Já no Sub-8, oito times avançaram às quartas de final. São eles: Society Club Calhau, Cruzeiro/SLZ, Meninos de Ouro/AABB, Craques da Veneza, Grêmio Maranhense, Ponte Preta, Real Cruz e Cruzeiro/Chapadinha.

Estadual Sub-15

A Federação Maranhense de Futebol 7 (FMF7) também confirmou a realização de última partida da fase de grupos do Campeonato Maranhense de Futebol 7 Sub-15. No domingo (1º), às 14h45, o confronto entre Ponte Preta e Maranhão Atlético vai definir todos os oito times que estarão nas quartas de final. Até aqui, as equipes classificadas para os mata-matas são: Grupama, Grêmio Maranhense, Flamengo, Craque na Escola, Cruzeiro/SLZ, Maranhão Atlético e Grupama B.

A última vaga nas quartas de final está sendo disputada pelo Santos e pela Ponte Preta. Para avançar, a Ponte precisará vencer no domingo para superar o Santos nos critérios de desempate. Caso não consiga os três pontos diante do Maranhão Atlético, a Ponte não terá chances de seguir na competição e beneficiará o Santos.

No “site” (www.fut7ma.com.br) e nas redes sociais oficiais da federação (@fmf7ma) estão disponíveis todas as informações da Taça Maranhão de Base e do Campeonato Maranhense de Futebol 7 Sub-15, torneios realizados pela Federação Maranhense de Futebol 7 (FMF7) com os apoios da A&D Eventos e AP Assessoria de Imprensa.

TABELA DE JOGOS
Domingo (1º/12) // A&D Eventos
7h45 - Grêmio Maranhense x Meninos de Ouro/AABB (Sub-9)
8h30 - Palmeirinha/Uniceuma x Olímpica (Sub-9)
9h - Escola Cruzeiro x Society Club Calhau (Sub-11)
9h30 - Juventude/Rosa de Saron x Craques na Escola (Sub-11)
14h45 - Ponte Preta x Maranhão Atlético Clube (Estadual Sub-15)
15h30 - Grêmio Vinhais x Olímpica (Sub-11)
16h - Grêmio Vinhais x Juventude/Rosa de Saron (Sub-9)
16h30 - Greco Sport Club x Craque na Escola (Sub-9)
17h - Aurora x Grêmio Maranhense (Sub-7)
17h40 - Ponte Preta x Juventude/Rosa de Saron (Sub-7)

(Fonte: Assessoria de comunicação)

FLUMINENSE

Chegou a hora da grande final. Neste sábado (30), será conhecido o campeão da primeira edição da Copa Santa Inês de Futebol Amador, competição que conta com os patrocínios da Drogarias Globo e do governo do Estado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. As equipes do Fluminense e do Jardim Brasília estarão frente a frente em busca do título. A bola rola a partir das 15h45, no Campo do Robertão, no Bairro São Benedito, em Santa Inês.

Invictos na Copa Santa Inês até aqui, os dois times chegam à final do torneio com moral. Na semifinal, o Fluminense triunfou de maneira dramática. A vitória magra por 1 a 0 foi o suficiente para eliminar o São Cristóvão, equipe que havia tido a melhor campanha da fase de grupos.

JARDIM BRASÍLIA

Se o Fluminense arrancou uma vitória apertada, a classificação do Jardim Brasília foi ainda mais tensa. A equipe precisou da disputa por pênaltis para chegar à decisão da Copa Santa Inês. Na semifinal, o Jardim Brasília ficou no empate por 0 a 0 diante do América no tempo normal e, nos pênaltis, levou a melhor sobre o rival: 6 a 5.

Copa Santa Inês

Ao todo, 12 times começaram a disputa desta primeira edição da Copa Santa Inês. Participaram do certame as seguintes equipes: América Sabbak, América, Amigos da Cohab, Caxiense, Coheb Jr., Escolinha Peniel, Fluminense, Jardim Brasília, Juventus, Operário, Peñarol e São Cristóvão.

Todas as partidas foram realizadas no Campo do Robertão, no Bairro São Benedito, em Santa Inês. Tudo sobre a Copa Santa Inês de Futebol Amador está disponível nas redes oficiais do evento (@copasantainês).

(Fonte: Assessoria de comunicação)

O Ministério da Educação lançou, nessa segunda-feira (25), o aplicativo ID Estudantil, carteira de estudante virtual que, a exemplo da fornecida pelas entidades representativas dos alunos, dá direito a benefícios como meia-entrada em eventos culturais e esportivos.

Para obter o documento, é necessário, antes de tudo, que a instituição de ensino à qual o estudante está vinculado insira os dados dele no Sistema Educacional Brasileiro (SEB), do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Caso a instituição já tenha feito o cadastramento, caberá ao aluno baixar o aplicativo ID Estudantil no celular e fazer seu cadastro pessoal. “Os alunos que não conseguirem se cadastrar devem procurar suas instituições de ensino e pedir que elas se cadastrem junto ao MEC”, disse o presidente do Inep, Alexandre Ribeiro Lopes, durante a cerimônia de lançamento do ID Estudantil.

Segundo Lopes, 10.804 instituições já se cadastraram. Destas, 1.966 já começaram a enviar ao SEB as informações de seus alunos. As informações disponibilizadas constituirão um banco de dados nacional que subsidiará algumas das políticas públicas a serem implementadas pelo governo no setor da educação.

De acordo com o o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o custo do documento será de R$ 0,15 por unidade para o governo, mas será gratuito para o estudante. "Não cobraremos porque a estruturação dessa cobrança sairia mais cara do que o custo por unidade”, disse o ministro.

Ainda segundo Weintraub, documentos similares poderão ser fornecidos pelas instituições de ensino ou até mesmo grêmios estudantis. "Se for o caso, podem inclusive cobrar por isso. O que fizemos foi acabar com o monopólio e a exclusividade daqueles que sempre forneceram esse documento", disse. "Se, ideologicamente, o estudante quiser, ele pode pagar quanto for pela carteirinha”, acrescentou.

A abertura para que outras entidades – além da União Nacional dos Estudantes (UNE), da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) – emitam esse tipo de documento está prevista na Medida Provisória 895, enviada pelo governo ao Congresso Nacional em setembro.

Desde então, tanto a MP como a ID Estudantil têm sido criticadas pelas entidades representativas dos estudantes. Segundo o presidente da UNE, Iago Montalvão, trata-se de uma retaliação ao movimento estudantil. Montalvão disse que a principal intenção do governo com essas medidas é "prejudicar o movimento estudantil, que fez as maiores manifestações contrárias a ele".

A fim de prevenir fraudes, o MEC informou que fará cruzamento dos dados fornecidos por meio de aplicativos com as informações da Carteira Nacional de Habilitação e, no caso de estudantes que não têm CNH, com os dados fornecidos para o documento de identidade (RG).

“Inclusive a foto [inserida no cadastro via aplicativo] passará por uma checagem junto ao banco de dados do Denatran [Departamento Nacional de Trânsito]. Quem não tem CNH terá de tirar uma foto do RG, frente e verso. Um algoritmo então vai comparar as fotos, de forma a dificultar fraudes”, explicou o diretor de Tecnologia da Informação do MEC, Daniel Rogério. “Pensamos também nos empresários: para eles, criamos o aplicativo ID Validade, que averiguará se o aluno está apto para receber os benefícios”, acrescentou.

O MEC alerta que, no caso de estudantes menores de idade, será necessária a autorização de um responsável legal, que deverá instalar o ID Estudantil no celular para, então, fazer o cadastro no qual informa os dados do menor.

Ainda de acordo com o MEC, eventuais dúvidas sobre os aplicativos podem ser elucidadas por meio do “site” wwwidestudantil.mec.gov.br.

(Fonte: Agência Brasil)

E.C. ARARI

Uma rodada de muitos gols na Copa Arari de Futebol Master. Quem esteve no fim de semana no Estádio Santo Figueredo, em Arari, acompanhou quatro bons jogos. Emoção e bola na rede não faltaram na abertura do torneio, que tem os patrocínios do governo do Estado e do El Camiño Supermercados por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Ao todo, a rodada teve média de 3,5 gols por partida.

A competição começou no sábado (23), com a realização do duelo entre Nacional e Operário. Em campo, as duas equipes fizeram um jogo bastante equilibrado. No primeiro tempo, o Nacional saiu na frente com Odair. Na volta do intervalo, o Operário reagiu e, com dois gols de Adalberto e um de Sidy, virou o placar para estrear com uma vitória por 3 a 1.

JM

Na sequência, Malvinas e Mata proporcionaram um bom espetáculo ao público presente no estádio. Na etapa inicial, José fez 1 a 0 para o Malvinas. No entanto, Zeca deixou tudo igual na etapa final: 1 a 1.

No domingo, a rodada de abertura da Copa Arari de Futebol Master prosseguiu com a realização de mais dois jogos. O E.C. Arari derrotou o Stutgart por 4 a 2, e o JM bateu o Mearim por 2 a 0.

Ao todo, oito times estão na Copa Arari de Futebol Master. As equipes foram distribuídas em duas chaves. O Grupo A é composto por Malvinas, Mata, Mearim e JM. Já o B é formado por Nacional, Operário, Esporte Clube Arari e Stutgart.

OPERÁRIO

Futsal

O fim de semana foi de definições na Copa Arari de Futsal, categorias Feminino Adulto e Sub-17 Masculino. As semifinais dos dois torneio movimentaram o Ginásio José Benedito Chaves Pestana.

Na disputa feminina, as equipes do Soberanas e do Arari City são as finalistas do torneio. O Soberanas derrotou o Interatléticas por 2 a 1, enquanto que o Arari City fez 3 a 2 sobre o TPM.

Já no Sub-17 Masculino, o Audax fez 5 a 4 sobre o Guarani, e o City FC venceu o Alpha por 6 a 4. Assim, Audax e City FC decidirão o título da Copa Arari de Futsal no próximo sábado (30), mesma data que ocorrerá a final do Feminino Adulto.

Todos os detalhes sobre a primeira edição da Copa Arari de Futebol e Futsal estão disponíveis nas redes sociais oficiais do evento (@copaararima).

(Fonte: Assessoria de comunicação)

Cerca de 435 mil estudantes fazem neste domingo (24), em todo o país, as provas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Nesta edição, serão avaliados os cursos das áreas de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

O Enade é um exame feito por estudantes, ao término dos cursos de graduação, para avaliar conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. O estudante precisa fazer o exame para colar grau e receber o diploma.

A prova tem duração de quatro horas e é composta por dez questões de Formação Geral e 30 questões de Componente Específico de cada área de avaliação. As questões discursivas do componente de Formação Geral avaliam aspectos como clareza, coerência, coesão, estratégias argumentativas, utilização de vocabulário adequado e correção gramatical do texto. A avaliação dos componentes específicos varia de acordo com a área do estudante.

Embora não haja a exigência de um desempenho mínimo para ser aprovado no Enade, de acordo com o presidente-substituto do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Camilo Mussi, um bom desempenho no exame pode trazer benefícios para o próprio estudante na hora de conseguir um emprego, já que a instituição que ele estuda será também melhor avaliada.

O Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), composto também pela Avaliação de Cursos de Graduação e pela Avaliação Institucional. É com base nessas avaliações que se conhece a qualidade dos cursos e as instituições de educação superior brasileiras.

Os resultados do Enade, aliados às respostas do Questionário do Estudante, são insumos para o cálculo dos Indicadores de Qualidade da Educação Superior.

Horário

Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 13h, de acordo com o horário oficial de Brasília, sendo vedada a entrada do estudante após o fechamento dos portões.

Aos estudantes que participarão da prova recomenda-se a apresentação no local e horário definidos pelo Inep, para localizar a sala, assinar a lista de presença e cumprir outras formalidades, munidos de documento oficial de identificação (com fotografia), e caneta esferográfica de tinta preta, feita em material transparente para responder tanto as questões objetivas quanto as discursivas.

A prova terá início às 13h30 do horário oficial de Brasília e não será permitida a entrada no local da prova após esse horário. A lista de presença será disponibilizada apenas após uma hora do início da prova.

A participação no Enade 2019 será atestada a partir da assinatura do estudante na lista de presença de sala e no cartão de respostas às questões objetivas da prova. Deixar o local de prova sem o cumprimento das formalidades de identificação e registro de presença pode comprometer a regularidade do Enade 2019.

(Fonte: Agência Brasil)