Skip to content

Foi interventor, prefeito e deputado federal*

ANTÔNIO RODRIGUES BAYMA JUNIOR

(Caxias/MA, 21/6/45 – Brasília/DF, 14/5/2024)

*

Faleceu na tarde dessa terça-feira (14/5), em Brasília (DF), o caxiense ANTÔNIO RODRIGUES BAYMA JUNIOR.

Os filhos Lúcia Helena, Christiane e Antônio (filho) comunicaram o falecimento nessa data e informaram que o grande caxiense “padecia de comprometimentos renal e pulmonar crônicos, que se agravaram ao longo dos últimos anos e meses”.

Antônio Rodrigues Bayma Junior era filho de Luís Gonzaga Bayma Pereira e de Íris Ferro Bayma Pereira.

Estudou no Colégio Diocesano, em Caxias. Engenheiro mecânico, formado pela Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil (Rio de Janeiro, 1969), com especialização em Máquinas Térmicas. Fez MBA em Gestão Empresarial na Fundação Getúlio Vargas, em Brasília.

Foi diretor de Operação nas Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte). Foi, entre outras funções, assessor de Planejamento, diretor técnico e diretor-presidente da Cemar [Companhia Energética do Maranhão] (hoje, Equatorial).

Político, foi interventor estadual na Prefeitura de Imperatriz, de 22 de dezembro de 1973 a 5 de abril de 1975, nomeado pelo governador Pedro Neiva de Santana, sucedendo ao prefeito José do Espírito Santo Xavier. Em sua administração, registrou-se: aprovação do Projeto de Saneamento Básico (esgotamento sanitário) no Ministério do Interior; início da montagem da adutora do Rio Tocantins; pavimentação dos primeiros 30 quilômetros da malha viária urbana; conservação das estradas vicinais; implantação do Código de Posturas; construção de três dos cinco blocos projetados para o Mercadinho; construção de dois postos de assistência social; construção de unidades escolares, com cessão de uma delas, por convênio, para a instalação da primeira unidade escolar profissionalizante do Serviço Social da Indústria (Sesi). Publicou quase que diariamente os balancetes da prefeitura, no jornal “O Progresso”. Esteve presente na inauguração da quinta agência bancária de Imperatriz, o Banco Real, em 10 de setembro de 1974.

De 1969 a 1982, trabalhou na Companhia Energética do Maranhão (Cemar), da qual foi presidente, de 1979 a 1982. Em 20 de outubro de 1980, promoveu a energização de Imperatriz e de outros municípios da região, com suprimento da Eletronorte.

Trabalhou em grandes empresas de Engenharia, ocupou altos cargos, inclusive diretor, na Eletronorte. Foi prefeito de São Luís (MA), de 7 de abril de 1975 a 2 de fevereiro de 1977 e deputado federal, de 1983 a 1987. A Câmara Municipal de Imperatriz concedeu-lhe o Título de Cidadão Imperatrizense em 1980.

Quando interventor em Imperatriz, dizia-se “apolítico”. Em 1975, foi prefeito de São Luís. Foi eleito deputado federal em novembro de 1982, para o mandato de 1983 a 1987. Na Câmara Federal, foi membro titular da Comissão de Minas e Energia e suplente da Comissão do Interior. Nas eleições de 1986, ficou como suplente.

Deixou a vida política e dedicou-se ao Magistério. Foi casado com Gilse Monte Bayma, com quem teve três filhos.

* EDMILSON SANCHES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.